Controle a pressão alta

Controle a pressão alta

https://go.hotmart.com/D5421203N?ap=2542

Controle a pressão alta

A hipertensão popularmente conhecida como pressão alta tem sido a responsável por danos e muitos males que afligem a população. A hipertensão arterial caracterizada pelo alto nível pressórico nas artérias, isso força o coração a bombear maior volume sanguíneo através das veias. Isso tende a provocar uma maior pressão nos vasos sanguíneos e por isso o paciente apresenta um quadro hipertenso.

Uma pressão considerada normal varia entre 12/8 a 13/8. Segundo os cardiologistas um paciente que apresente um valor igual ou superior a  14/9 já está no limiar do ponto de equilíbrio e pode ser considerado um hipertenso em potencial. Mas, para que seja constatado o problema com valores confiáveis, é necessário medias corretas e repetidas. Para se aferir a pressão o paciente deve estar sentado num período de repouso de ao menos 5 a 10 minutos em ambiente tranquilo. Logo após deve se estender o braço em posição sugerida e receber a aferição do profissional de saúde para avaliação.

Sintomas da hipertensão

Infelizmente na maioria dos casos, a hipertensão arterial se torna assintomática como uma doença crônica e silenciosa, e em alguns casos pessoas sofreram altos picos de pressão sem se aperceberem disso. Geralmente esse mal só é detectado através de check-ups ou em consultas médicas por causa de outros problemas.  Para ser considerado um hipertenso o paciente deverá apresentar um quadro mais crônico de pressão alta e não apenas um período esporádico do problema, visto que qualquer pessoa está sujeita a uma alteração na frequência cardíaca.

A pressão muito elevada pode gerar maiores riscos para o paciente e causar danos sérios como lesões em órgãos importantes. O portador pode sofrer uma crise hipertensiva com valores considerados muito acima como, por exemplo, 19/9 (190/90 mmHg), outros podem chegar a valores maiores. Geralmente essa crise pode ocorrer em pacientes que se descuidam do tratamento ou não sabem ainda que são hipertensos. No caso dos pacientes que sabem do problema às vezes não tomaram os medicamentos ou deixaram de fazer conforme a prescrição médica. De qualquer forma o paciente acometido por uma crise hipertensiva necessita de cuidados urgentes.

Em via de regra, a crise hipertensiva ocorre com pouca frequência e baixa porcentagem. (talvez 1% dos hipertensos). Mas, alguns fatores podem coadunar para a crise de hipertensão como, por exemplo, o uso de drogas cocaína, anfetaminas e variadas drogas pesadas.

Outros sintomas da crise de hipertensão são reconhecíveis como dores de cabeça, dores na nuca, visão turva, tonturas, confusão mental, visão nublada, flashes de luz e sensação de falta de ar.

Se não tratado rapidamente o quadro corre risco de se agravar devido ao aumento elevado na pressão sanguina. Pode se agravar para fatores de risco com ocorrência de derrame (AVC acidente vascular cerebral), enfarto do miocárdio, ou podem deixar lesões  no coração, rins e cérebro.

Meios para combater a pressão alta

Evite o excesso de sal na alimentação, pois o excesso de sal provoca a retenção de líquidos e a hipertensão.  Diminua ou corte o consumo de alimentos em conserva.

Evite bebidas acoolicas, pois o álcool é inimigo da pressão controlada. Evite também o uso de cigarro, pois o tabaco eleva a pressão e contribui para a doença.

Tenha uma dieta saudável livre de gordura prejudicial, refrigerantes, frituras em excesso e tente incluir alimentos melhores no lugar dos prejudicais como frutas, legumes, verduras. Não é necessário cortar coisas boas como carnes, mas prefira as magras e menos gordurosas.

Tente pratica atividade física com regularidade, elas colaboram para uma melhora no organismo e em todo sistema circulatório. Mas, não exagere e caso sinta algum desconforto ou mal estar pare imediatamente e procure o auxilio médico.

Siga à risca as recomendações médicas e não deixe de tomar os medicamentos nos horários corretos. Não use automedicação, mas apenas a prescrição médica, pois remédios não indicados podem prejudicar em vez de melhorar.

Faça a aferição da pressão com regularidade como recomendado pela Sociedade Brasileira de Hipertensão. Isso pode evitar danos mais sérios e manter sua boa saúde.

Crédito do vídeo Dr. Drauzio Varella

https://go.hotmart.com/D5421203N?ap=2542

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!